Notícia

CCEAGRO: desafios e oportunidades da Agronomia pautam agenda 2021


A reunião da CCEAGRO, realizada nos dias 11 e 12 de fevereiro, faz parte do 10º Encontro de Líderes do Sistema Confea/Crea. Créditos: Marck Castro e Plínio Xavier/Confea

Essencial para atendimento das necessidades inadiáveis da população, a Agronomia ganhou ainda mais relevância durante a pandemia da covid-19, como pontuou a conselheira federal eng. agr. Andréa Brondani na abertura da reunião de instalação da Coordenadoria de Câmaras Especializadas de Agronomia (CCEAGRO), nesta quinta-feira (12/2).

“A Agronomia é a profissão do futuro. E esse futuro chegou. Os números da agropecuária comprovam isso. Por exemplo, 70% da alimentação tem saindo da agricultura familiar. No atual contexto, entendo que nosso trabalho é garantir que os alimentos cheguem para a população de forma segura, com qualidade e em quantidade suficiente”, observou, ao falar dos desafios e das responsabilidades dos engenheiros agrônomos. 

Nesse sentido, a fiscalização do exercício profissional é determinante, segundo Brondani. “A Ceep [Comissão de Ética e Exercício Profissional] vai manter interação com a CCEAGRO em prol da fiscalização robusta, eficaz e transparente”, afirmou a adjunta da comissão permanente do Confea.

A importância da Agronomia também foi destacada no discurso de posse dos coordenadores eleitos para o mandato 2021. “Vamos trabalhar com transparência, clareza e muito respeito pela valorização da Agronomia, do papel do profissional e do título profissional superior, em busca da representatividade perante a população”, disse a adjunta eng. agr. Denize Frandoloso (Crea-RS). “Vamos fazer um trabalho construtivo”, garantiu o titular eng. agr. Rafael Odebrecht Massaro (Crea-TO).

O coordenador do ano de 2020 também reforçou a relevância da CCEAGRO. “Esta é a segunda maior coordenadoria do Sistema Confea/Crea, em termos de representatividade. É uma responsabilidade representar mais de 100 mil profissionais. Com ética e respeito as coisas seguem o caminho para dar certo. A Agronomia conseguiu fazer muito pela sociedade, agora vamos buscar mais força nas câmaras municipais, estaduais e no Executivo”, incentivou o eng. agr. Thiago de Oliveira, que recebeu dos pares o reconhecimento por ter conduzido os trabalhos com disposição e profissionalismo, durante a pandemia. 

 

Mais fotos no Facebook do Confea

 

Plano de trabalho

Neste ano, a CCEAGRO tem a missão de apresentar propostas sobre educação a distância, novas diretrizes da engenharia e títulos profissionais do Sistema Confea/Crea. No item fiscalização, a coordenadoria deverá apresentar os procedimentos adotados pelos Creas durante a crise sanitária decorrente do novo coronavírus. 

Ainda de acordo com as diretrizes estabelecidas pelo Confea, a Agronomia irá acompanhar a discussão e dará contribuição ao Projeto de Lei nº 5.465/2019, que altera a Lei nº 7.802/1989, para dispor sobre a rastreabilidade dos resíduos de agrotóxicos ao longo da cadeia produtiva de vegetais frescos destinados à alimentação humana.

Os assuntos serão debatidos nas seguintes datas:

Calendário 2021 da CCEAGRO 
12 a 14/5 Brasília (DF)
4 a 6/8 Brasília (DF)
24 a 26/11 Vitória (ES)

 

Oportunidades
Em conversa com os conselheiros regionais representantes da Agronomia na quinta-feira, o presidente do Confea adiantou que o programa de certificação de profissionais da área está avançado. “A previsão é de que seja efetivado ainda neste primeiro semestre. A prova será realizada pela ASA [Sociedade Americana de Agronomia] e aplicada em inglês e português aqui no Brasil”, informou o eng. civ. Joel Krüger.  

Outra oportunidade virá a partir da assinatura de termo de reciprocidade entre a Ordem dos Engenheiros de Cabo Verde e o Confea que também deverá ser oficializado em breve, segundo o presidente. “Temos um termo de reciprocidade que deve ser pautado até março para análise do plenário. Em julho será realizada a reunião da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), vamos tentar fazer assinatura do termo com Cabo Verde e Angola”, anunciou, ao avaliar os benefícios do acordo para os profissionais. "A África é um mercado de produção de alimentos interessante para atuação dos engenheiros agrônomos." 

Sobre o tema educação, o presidente comunicou que o Confea está em diálogo direto com o MEC. “Nós e a Confaeab [Confederação dos Engenheiros Agrônomos do Brasil] nos reunimos em janeiro com o ministro Milton Ribeiro para tratar do aprimoramento da formação e do exercício profissional.”

Conselheiro federal eng. agr. Daniel Galafassi (Crea-PR) participou da reunião de instalação da CCEAGRO

À CCEAGRO, Krüger apresentou ainda as ações desenvolvidas pelo Confea nos últimos 60 dias. Destaque para os acordos de cooperação técnica firmados com o governo federal, Mercado Livre e Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). O presidente também incentivou a participação de todos nos posicionamentos contra situações e normativos que afetam o dia a dia dos profissionais da Agronomia. “Precisamos do apoio da câmara em debates e notas oficiais sobre temas relacionados a educação, infraestrutura, atividades econômicas, normas técnicas e atribuições profissionais, entre outros”, salientou. 

Também marcou presença na reunião o conselheiro federal eng. agr. Annibal Margon (Crea-GO)

 

 

Julianna Curado / Equipe de Comunicação do Confea 

Outras Notícias

NOTÍCIAS

Imagem de exemplo

Nota de Retratação da CEAGRO

Imagem de exemplo

CREA-RS entrega distinção a egressos da UFPEL

COLUNA SEMANAL

A Coluna Semanal é o newsletter encaminhado todas as sextas-feiras aos profissionais, empresários, estudantes e interessados nos temas da área tecnológica. Colunas Anteriores

FIQUE POR DENTRO DE TODAS AS NOVIDADES AGORA MESMO: