Ouvidoria

Prezado Cidadão:

Este é o canal para você enviar manifestações que digam respeito ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio Grande do Sul.

A Ouvidoria do CREA-RS atua na mediação das demandas e não substitui instância decisória e não intervém no mérito de questões pendentes de decisão judicial ou decisão administrativa de competência das instâncias do Sistema Confea/Crea.

Atenção

  • Consultas técnicas, jurídicas e relacionadas à atribuição profissional deverão, inicialmente, serem protocoladas e analisadas pelas Câmaras Especializadas.
  • Denúncias de obras ou serviços possivelmente sem a presença de profissional legalmente habilitado, o CREA-RS dispõe de um canal para específico para denúncia de obra irregular que é o Denúncia On-Line localizado na página crea-rs.org.br, banner superior da página, ou pelo Link https://atena.crea-rs.org.br/fis.wbpfisdenuncia.aspx?)
  • Denúncias contra profissionais registrados no CREA-RS (ética) devem ser protocoladas no Conselho, em cumprimento aos ritos da Resolução 1004/2003 do CONFEA.

 

Como utilizar a Ouvidoria:

Reclamação – Manifestações de desagrado ou protesto sobre um serviço prestado pela instituição, decorrente de uma ação ou omissão;

Denúncia – Manifestações que visam dar conhecimento de uma irregularidade ou ato que descumpre normas legais. Em geral, são mais graves do que as reclamações;

Sugestão – Manifestações que propõem alterações de procedimentos adotados pela instituição para melhoria da qualidade dos serviços prestados;

Consulta – Manifestações que visam obter esclarecimentos ou orientações sobre produtos/serviços prestados pela instituição ou procedimentos por ela adotados;

Elogio – Manifestações que exaltam as qualidades do atendimento ou a satisfação para com o serviço prestado;

Solicitação – Manifestações que pretende solicitar providências, alterações, agilizações, etc.

Para registrar sua manifestação  clique aqui

 

 

Relatórios

Relatório 2021

Relatório2020

Relatório2019

Relatório2018

Relatório2017

Relatório2016

Relatório2015

 

 

Para manifestação, clique aqui.