Notícia

Porto Alegre sedia a Reunião da Coordenadoria de Câmaras de Eng. Industrial


Presidente do CREA-RS, Eng. Melvis, participou da abertura. Créditos: Arquivo CREA-RS

Depois de dois anos, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do RS (CREA-RS) recebe a reunião ordinária nacional das Câmaras Especializadas de Engenharia Industrial (CCEEI). 

A 2ª Reunião Ordinária, que começou na manhã desta quarta (17), reúne coordenadores e coordenadores adjuntos de Câmaras Especializadas em Engenharia Industrial dos Creas de todo o País, trazendo debates a partir de grupos de trabalho sobre fiscalização, palestras sobre Inspeção Predial, Energias Renováveis, discussões de propostas para a Plenário do Confea e visita técnica. 

Aberta pelo coordenador nacional, Carlos Alberto Lopes Perez Jr. (Crea-PE), o encontro contou com a presença do presidente do CREA-RS, Eng. Civil Melvis Barrios Junior, que ressaltou a importância das reuniões das modalidades para o aperfeiçoamento do Sistema Confea/Crea.

Aproveitou a ocasião para informar sobre as chamadas públicas realizadas pelo CREA-RS, que possibilitaram que as entidades de classe pudessem promover várias ações de valorização profissional. “Construídas de uma forma diferenciada e regionalmente, as chamadas levaram em conta as entidades e as inspetorias, equacionando muitas atividades das entidades”, destacou.  

Mas também lamentou o desmonte da engenharia que está ocorrendo no País. “É preocupante o grande número de desempregados na área técnica. Hoje há mais incentivo à importação do que o investimento nas tecnologias brasileiras. Vivemos um momento em que se discute o fim do salário mínimo de todas as modalidades profissionais. O fim de um marco que foi conquistado faz tempo. É ruim para a Engenharia”, alertou. Abordou ainda as eleições do Sistema Confea/Crea, sugerindo mais transparência e menos burocracia em todo o processo.    

Também anfitrião, o Engenheiro Mecânico Volmir Supptitz, coordenador da Câmara no RS, deu as boas-vindas aos conselheiros. “Serão dias intensos de discussões e muito trabalho”, avaliou.

O coordenador nacional das Câmaras de Engenharia Industrial, Eng. Carlos Alberto Lopes Perez Jr., do Crea-PE, ressaltou o quórum completo, “o que facilita as nossas discussões, e o alinhamento de várias propostas para serem levadas ao Confea”, analisou.

Também ressaltou a presença do conselheiro federal, que era da Câmara de Engenharia Industrial e, portanto, pode levar as demandas da especializada para o Plenário do Confea. 

Evento reúne coordenadores da Industrial de todos os Creas“Desde o ano passado estamos discutindo também as normas de fiscalização na área da Industrial. Portanto, a nossa expectativa é de muito trabalho nestes três dias para definir a fiscalização na área da parte metálica”, apontou, afirmando que o Rio Grande do Sul pode, inclusive, contribuir diante da experiência da fiscalização deste setor.

Citou ainda a fiscalização na área da inspeção veicular. “Enfim, a nossa prioridade é finalizar um manual de fiscalização da modalidade industrial mecânica, para contribuir nas resoluções do Confea, para garantir as devidas atribuições do Engenheiro. Este manual vai facilitar a fiscalização dos Creas nesta área”, ressaltou. 

O Eng. Mecânico Carlos De Laet Simões Oliveira, CREA-ES, coordenador-adjunto, também ressaltou a responsabilidade dos profissionais presentes com relação à definição da fiscalização. “Temos vários profissionais no mercado de trabalho que dependem de uma normatização e definição de suas atribuições”, avaliou.

"Precisamos discutir várias demandas dos Creas. É preciso muito trabalho e persistência para ultrapassar as próprias burocracias do Sistema”, justificou.

Presidente da Abemec (RS), Eng. Carlos da SilveiraTambém presente na abertura do evento, o ex-coordenador da Câmara de Engenharia Industrial do CREA-RS, Eng.-Op.-Mec. Carlos Roberto Santos da Silveira, elogiou o evento no Rio Grande do Sul. Atual presidente da Associação Brasileira de Engenheiros Mecânicos Seção RS (Abemec), o Eng. Silveira destacou que a Seção RS é a pioneira no Brasil. “É uma entidade para congregar profissionais engenheiros mecânicos e industriais e suas modalidades na área da mecânica, a fim de promover o desenvolvimento tecnológico e científico, a defesa e a representação dos interesses profissionais destes profissionais”, pontuou.

Manual de Fiscalização é uma das prioridadesAproveitou o evento para propor um seminário nacional de todas as Abemecs, “com o objetivo de motivar a instalação da entidade nos Estados que ainda não tem. A força de um setor está diretamente ligada a sua representatividade. Para que a entidade possa levar as reivindicações do setor mecânico aos órgãos governamentais, é importante que ela esteja representada em todo o País”, afirmou

O evento termina nesta sexta (19), com uma visita técnica à empresa ThyssenKrupp.

Outras Notícias

NOTÍCIAS

Imagem de exemplo

Nota de Retratação da CEAGRO

Imagem de exemplo

CREA-RS entrega distinção a egressos da UFPEL

COLUNA SEMANAL

A Coluna Semanal é o newsletter encaminhado todas as sextas-feiras aos profissionais, empresários, estudantes e interessados nos temas da área tecnológica. Colunas Anteriores

FIQUE POR DENTRO DE TODAS AS NOVIDADES AGORA MESMO: