Curso da Apaju recupera conceitos essenciais para a conservação do solo


Ocorreu nos dias 05 e 06 de setembro a primeira etapa do Curso sobre Fundamentos da Agricultura Conservacionista, promovido pela Associação de Engenheiros Agrônomos de Ijuí (Apaju) com apoio do CREA-RS. No período, profissionais da categoria tiveram a oportunidade de resgatar alguns conceitos sobre conservação do solo, apresentados por pesquisadores da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e da Universidade de Passo Fundo (UPF). O evento contou com a participação de 27 profissionais de diferentes regiões, que receberam treinamento teórico e prático, tendo por locais o auditório do Sindicato Rural de Ijuí e também uma área de lavoura do Instituto Regional de Desenvolvimento Rural (IRDeR), ligado à Unijuí. 

Entre os instrutores do curso estiveram profissionais renomados como José Eloir Denardin, Fabiano Daniel de Bona e Jorge Lemainski, todos da Embrapa Trigo/Passo Fundo, e Vilson Antônio Klein, da UPF. Eles abordaram temas como os conceitos e preceitos da agricultura conservacionista; obras hidráulicas para contenção da erosão; compactação do solo, danos e soluções; fertilidade do solo; física do solo, entre outros.  

Para o presidente da Apaju, Luiz Volney Viau, o objetivo foi recuperar muitos conceitos que acabaram ficando de lado com o surgimento de novas técnicas na agricultura contemporânea. “Foi um evento excepcional, que demonstrou que a ciência agronômica ainda prevalece, apresentando propostas de trabalho com base na pesquisa oficial”, analisa Viau. Na aula prática, questões como a importância da análise do perfil do solo – aspectos físicos e químicos – e das características das raízes, foram demonstradas. O associado da Apaju, Alécio Radons, avaliou o evento como uma excelente oportunidade de troca de informações e conhecimento, enquanto Ruben Kudiess definiu o tema como esclarecedor, apresentando novas consequências para velhos problemas.

O curso Fundamentos da Agricultura Conservacionista, contudo, não está encerrado. A segunda etapa será realizada no dia 19 de setembro, na Fazenda Sementes Falcão, no município de Sarandi. Lá as questões teóricas apresentadas poderão ser verificadas na prática, uma vez que os proprietários desenvolvem práticas conservacionistas há mais de vinte anos. Além da participação de José Eloir Denardin e Jorge Lemainski, novamente, serão instrutores do curso a proprietária Fernanda Falcão e o pesquisador da Embrapa Trigo, Antônio Faganello. A Apaju informa que ainda há vagas para quem quiser visitar a propriedade, mesmo que não tenha participado da primeira etapa do curso. A adesão pode ser feita com os membros da diretoria. 

Fonte: Jornalista Vilson Wagner (Apaju)

 

REDES SOCIAIS
  • Disque-Segurança

    0800 510 2563

  • suporte ART

    0800 510 2100

  • Ouvidoria

    0800 644 2100

  • Outros telefones
  • Atendimento Central

    51 3320 2100

Atendimento ao Público

Das 9h15 às 17h45

Não fechamos ao meio-dia.

Rua São Luís, 77 - Porto Alegre - RS

CEP: 90620-170

Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio Grande do Sul

by